Sunday, 23 October 2005

Dúvida (II)

E o David Fonseca?

Sim, é giro, e tal
mas

é um artista com boas canções
ou apenas um chato a quem está sempre a acontecer uma grande tragédia?

23 comments:

O Acordeonista said...

Eu vou pelo azarado. Coitado... depois, vá, consegue fazer um arranjo nos problemas na vida.

innocent bystander said...

mas é bom ou engana bem?
olha, e o last days? Disseram-me mal...

O Acordeonista said...

Acho que é bom. Eu já tentei fazer arranjos de problemas da vida e sairam uma bela trampa. O Last Days? Disseram-te bem. É uma bela merda. Viste o Elephant? Redobra a porcaria. Não há diálogos. Há um tipo loiro a vaguear pelo filme, sem acrescentar nada. Não se percebe o que ele tem, porque não se vê a injectar nada nem a snifar nada. Muito desiludido. Muito. O Van Saint entrou directamente para o meu top 4 de realizadores-que-têm-a-mania-que-são-artistas-e-bués-alterativos-e-curto-bué-que-ninguém-me-entenda.

Xano said...

É um chato de primeira

Xano said...

E o Van Sant cheira-me que também

innocent bystander said...

hum, eu sobre o david também aponto mais para o chato, de facto.

vi o elephant no cinema, mas não desgostei. O van sant já poupei 5 euros, pronto. no meu top-desses-gajos está o soderbergh

diane said...

sobre o david...também acho que ainda não percebi
Se há momentos em que gosto das musicas dele, depois farto-me.depois culpo as rádios por "cansarem" a música. Depois penso que ele é demasiado atormentado. Depois penso que eu também sou atormentada.
Depois ele desaparece. Depois volta.
E eu não sei se deverei ouvir o album novo. a "y" diz-me que sim. e eu continuo na duvida.
Pois é innocent, tudo isto para te dizer que...partilho a tua dúvida!

innocent bystander said...

acontece-me isto: se ele anda quieto e calado, nem me lembro que existe. Depois aparece aí uma musiquita nova e aquilo durante uns 5 minutos ainda me soa bem, mas depois, de facto, é sugado pelas rádios, começa a cheirar mal (é chato estar a falar mal das rádios, se não promovem é porque não ligam, se promovem são umas chatas, enfim) e cansa.

Ainda agora apanhei mesmo fim do páginas soltas com a babá e ele estava lá. o programa acabou com ele a cantar em português uma musica conhecida e gostei. gosto, aliás, de o ouvir em português, como nos humanos.

O Y diz bem, pois. mas e do last days, diz o quê?

bonifaceo said...

Mas isso que falas do David Fonseca, innocent, acontece com outros artistas, e acho que há outros, ainda por cima que eu detesto, como gajos do hip-hop que é um verdadeiro abuso (estou a falar da antena 3, dá disso a potes...), é pena não darem mais música com mais de um ano, para não acontecer isso. Tenta avaliar o rapazinho pela qualidade musical e não tanto pelas letras se são trágicas ou uma seca... claro que as letras também interessam!

Jo said...

certezas: o david é giro. o david fez uma GRANDE música-80's.

o resto estou como tu e a diane...há alturas q me irrita profundamente o arzinho de atormentado. As músicas ouvem-se...claro q qd aparecem têm q rodar nas playlists até à exaustão, e dá para fartar...
Mas qd as playlists n são do nosso agrado temos bom remédio...deixamos de ouvir rádio.

isto é como c a tv, as pessoas gostam mto de se queixar, mas há smp o botão desligar...

just me said...

O David parece que toda a gente lhe deve e ninguém lhe paga! ò alminha atormentada aquela!!!!
Balhamenossasenhora! Confesso que já não tenho pachorra para o ouvir.

diane said...

estou neste momento a ouvir o "who are you"...e acho que gosto...

innocent bystander said...

eu também gosto do 80s, talvez oiça mais vezes. de resto?

quaresma said...

Melhor momento da carreira de David Fonseca: encerramento da expo, Silence4 sobem ao palco, começam a arranhar na guitarra e atrás, chegada directamente do palco secundário, Manuel João Vieira (Ena Pá 2000) a chamar pela Marilú... Fiquei fã do David Fonseca... calado.

innocent bystander said...

O Manuel João é de ofuscar, né? Lá ficaram os silence4 alcatifados...

Pim said...

Também estava la quaresmex! Grande momento, sem dúvida! La ficou o davidinho, sempre com aquele ar de coitadinho, a olhar, perdido, e, como bem sublinhas, calado! Concordo com a i.b.: em português ainda se mama o gajo...

innocent bystander said...

pois, não sei porque é que ele insiste...

bonifaceo said...

Passam-me ao lado bandas como os Ena Pá 2000, em que a música já não é do meu gosto e ainda por cima com aquelas letras pimbas foleiras a que não acho a mínima piada, mas quem gosta e se diverte, tudo bem, gostos não se discutem. E já agora como critiquei rádio e alguém criticou ter-se criticado rádio, eu até oiço muita pouca rádio, só mesmo de manhã do despertador e quando ando de carro e neste caso mudo quando não gosto...

bonifaceo said...

E já agora, se temos espiríto crítico é para usá-lo, desde que seja usado convenientemente e com respeito e não seja apenas destrutivo, que foi o que fiz em relação à rádio.

innocent bystander said...

bonifáceo: vê lá isso da rádio. Além de ser importante prás noticias, e tal, é onde se sabe que musica está a dar. Recomendo-te a Radar: 97.8.

bonifaceo said...

Ok, gravei a rádio nas notas do telemóvel para quando andar de carro procurar. Sou muito esquisito em relação à música, só compro aquilo que realmente gosto e é o que oiço em casa e por isso nesse aspecto não ando na moda. Mas sei mais ou menos o que está nos tops e alguns nomes e sei mesmo reconhecer muita coisa mal começa a música a tocar...

innocent bystander said...

não se trata aqui de tops, porque se formos por aí vamos parar aos DZRT, né? o que interessa é o que é bom.

bonifaceo said...

Não percebeste o que quis dizer. Já nem eu sei bem. Mas sim, sei reconhecer uma boa música pop, mesmo que não seja o meu género favorito.