Friday, 21 October 2005

Duas ou três coisinhas

Ao mesmo tempo que oiço Good no Lado Negro do The Crow, lembrei-me que:

- irrita-me o Jorge Gabriel. Está em todo o lado a toda a hora, de manhã, à tarde e à noite. Fala com velhinhas, tem um concurso para professores da NASA e ainda vende iogurtes no Jumbo, além de parecer que percebe imenso de bola; Mas não apanhou a minha avó, ela é fiel ao Goucha.

- o Green Wing (SIC Comédia) é das melhores séries que estão aí. Só me chateia que passe à tarde e só consiga ver nas folgas;

- O Frasier (SIC Mulher, 1.40 da manhã) é a minha outra série de eleição, mas eu gosto mesmo é do irmão dele;

- O Público errou mais uma vez - a Oprah resiste!

- bateria, baixo e voz = Morphine. Não é preciso mesmo mais nada.

16 comments:

O Acordeonista said...

- Jorge Gabriel tem ainda uma publicidade ao meu banco. Bem visto. Ainda ao almoço referi o mesmo à minha irmã. Esse gajo já mete raiva.

- Gosto da simplicidade dos Morphine. Nesse aspecto, brincam com os White Stripes, que também são minimais, e que têm a mania que são a maior coisa do mundo.

innocent bystander said...

ah, exacto,o gabi agora também vende um banco. eu não digo? um enjoo, tá pior que o figo. é como diz o meu amigo ZM (sempre com boas máximas): o JG deve fazer o amor de meias calçadas.

O Acordeonista said...

E qual é o problema? As pessoas podem ter vergonha dos joanetes?

innocent bystander said...

é melhor que não tenham... pelo menos comigo

O Acordeonista said...

Ehehehe. Realmente é melhor. Até fica mais barato o calçado.

innocent bystander said...

como assim, mais barato?
a meia tem que ser retirada numa certa e determinada altura. Isto vai ter de dar um post

O Acordeonista said...

Depende do tamanho do joanete pá. Suponhamos que é um sapato de encomenda. Se for um joanete digno de um feriado nacional, em vez de calçares um 42, suponhamos, podes ter de comprar um 46. Confesso que estou a perder a lógica. Sou uma besta. Foi de ter arrochado ali cinco minutos.

diane said...

Aaaaaaaaaaaaaaaamo o irmão do frasier!!!!!

Zeka said...

Uauuu, Innocent! Great blog!

Em relação ao JG realmente já não há pachorra pra aturar esse malukinho da bola!
Mal por mal, prefiro o galhofeiro do Malato, que até me fazia rir de vez em quando!

Adoro a Oprah, mas infelizmente, desde que mudei da TVcabo pra TVtell, fikei sem ela :(

Mas pra mim, o momento televisivo mais alto de toda a semana, é de longe a "Oração da Bunda", em que uma legião de fieis seguidores ajoelha, reza, sofre e chora em comunhão com esse grande "pastor" dos nossos tempos chamado João Kléber.
Até eu era capaz de me converter a esta religião...

Beijos

bonifaceo said...

Em relação à parte musical, eu por exemplo adoro o som da guitarra (de certas guitarras), por isso... para mim também é essencial.

perola&granito said...

Os leilões das nossas peças continuam. Está a decorrer o terceiro. Queres dar uma olhadela?
Beijinhos
Bom fim de semana.

Zeka said...

Por acaso também já fiz o amor de meia calçada (preta, claro) mas foi mais por causa da zunhas, parecia uma águia...

innocent bystander said...

diane: a siriedade com que ele adora a daphne dá cabo de mim;

zeka: obrigado, não é todos os dias que aparece o elogio. ten de ver isso das meias, hã? claro que há excepções,mas isto é uma grande regra, pelo menos pra mim. Vai sair um post;

boni: também gosto de guitarras, mas do que gosto mesmo é de baixo, daí os morhine me calharem tão bem. Claro que tb têm sax e outras coisas, mas o alinhamento base funciona mt bem.

pérolas: já lá fui, mas a falta de tempo nao me permite acompanhar. A ver se esta semana.

asterisco said...

Ah, pois. Morphine. Era essa uma das anotações: o "Candy". Fica para amanhã.
Por sinal, o tipo conseguia tocar dois saxofones ao mesmo tempo (eu toco um, já tentei isto, e deu uma grande merda...) e o baixo só tinha duas cordas. Tipos esquisitos. Mas bons, lá isso...

innocent bystander said...

eu gosto do candy, gosto, mas gosto mesmo é do «virgin bride», que tá no b-sides and otherwise. e do «have a lucky day».

quaresma said...

Ó tu do violoncelo... Como te atreve a dizer mal de White Stripes? É o futuro, meu amigo, é o futuro. Daqui a nada, estás a dizer mal de Ena Pá 2000...