Sunday, 23 October 2005

As meias

Ultimamente não há conversa minha com amigos e colegas que não termine nos mesmos dois ou três assuntos: mulheres todas rapadas – sim ou não?, metrosexuais e sexo de meias calçadas.

Debruço-me (sem qualquer conotação sexual) sobre a questão das meias porque surgiu aí numa posta anterior - dos outros assuntos também podemos falar depois, se quiserem.
Tenha pra mim que ver um homem nu com meias calçadas tira a tusa toda instantaneamente. É pouco natural, não faz sentido.

Claro que há excepções – ao caso do Zeka, que tinha as unhas grandes, já lá vamos.
Defendeu um amigo meu que se a coisa estiver muito quente «a gaja nem nota», ou se fôr no carro o que interessa menos é tirar as meias. (Fiquei contente por saber que foi só um dos meus amigos, os outros já estavam a par disto.)

Concordo, no carro é mesmo com a roupa (quase) toda, mas na esmagadora maioria dos casos, o carro é um recurso, é pra despachar, é pra safar. Não é um momento romântico, como as gajas gostam que seja. Se a gente está em casa, se tem tempo para despir o outro ou despir-se para o outro, a meia ganha outro significado, não? E penso que qualquer meia (ok, Zeka?), apesar de reconhecer que uma meia com bonequinhos pode, enfim, ter mais tolerância do que uma mais simples. Sobre meias brancas nem me pronuncio, quero pensar que nenhum de vocês se mete nisso.

Portanto, há uma regra que nem é muito complicada de seguir, amigos: a meia sai logo depois dos sapatos e, em princípio, antes das calças.

Disse que há excepções. Confesso que já levei com unhas grandes (e grandes pontapés de noite com exemplares nas pontas dos pés do pontapeador), mas as meias só entraram em acção depois de nós sairmos. E os joanetes? Enfim, se amamos o outro aguentamos, não é?...

35 comments:

O Acordeonista said...

Lá está... se amarmos. Falando a sério, concordo contigo. E sou bastante exigente na coisa. Eu, no carro, tive de dizer "alto e para o baile. Deixa-me tirar as meias". Caso contrário, acho que pareço um tipo nordestino, no meio das silvas, a descer de uma carroça. Temos que ser exigentes.

innocent bystander said...

pois, se se amar aguenta-se o joanete E ela agracedeu, né?

Misunderstood said...

Olha... ia-me mijando a rir!! Isto pode dizer-se, não pode?!

O Acordeonista said...

Não tirei por ela. Tirei por mim. Mas a coisa estava muito quente «a gaja nem notou». Mas a partir daí.. parecia que estávamos em Pêro Pinheiro pá! (Esta foi muito baixa...)

innocent bystander said...

ai o nível! uma quase se mija, o outro... o quê mesmo?

pode, querida, pode :-)

O Acordeonista said...

Pêro Pinheiro = região mais ligada aos
Mármores de todo o pais. Para fazer ligação com o "partir pedra". Enfim. Um ligeiro parentesis: (e a sonoridade enviada pá?)

innocent bystander said...

ah, muito à frente, a chalaça. dEsculpa, hoje estou um bocadinho Radio-Gagá... o som inda não deu, a ligaçao de casa é muuuuuuito lenta. Só amanhã.

bonifaceo said...

Eu tenho o vício de tirar as meias a seguir às calças e não antes, e por acaso, como não gosto de roupa preta, ainda por cima porque fica ruça e feia, só uso meia branca, também porque há uns anos era o que se usava de calções, fiquei no ano passado a saber da história do pé de gesso e que de calças devia ser meia escura... (é só gente esquisita e com complexos da meia branca, não percebo)
Acho que os joanetes passam despercebidos com a coisa quente e tal e se for a tal ainda mais despercebidos se tornam, também acho bem tirar a meia, para o contacto ser total e não se sentir nada para além do corpo da outra pessoa...

Lisa said...

Meia: é para sair. Logo a seguir aos sapatos.
Unhas dos pés grandes: deixar corta-unhas espalhados, de maneira a que ele perceba a indirecta. Oh pá, unha grande é tentativa de homicídio, tenham dó... se bem que, passando em revista a minha vidinha, nunca apanhei um desses, nem daqueles que persistem com meia calçada.
Meia branca: pelotão de fuzilamento, JÁ. Só admissível com téne e já vais com sorte.
;)

just me said...

Também sou completamente anti-meias, mas tenho que confessar uma coisa! Eu consegui ter uma criança com as meiínhas nos pés!!!!! Não é bonito?????? :D

a said...

Meias brancas...! Ainda hoje no transito apanhei um desses... passou por mim de mota, granda estilo, até o angulo de visão me mandar um grande balde de água fria para cima! Ughhh! É certo que é um preconceito absurdo... mas tb certo é que dá assim como que... vómitos... Tenham juizo... meias brancas não! Pois... e tb concordo q não é NADA sexy ver o gajo nu e de meioca... NADA mesmo!

a said...

...já a gaja... o meu gajo fica doido se me apanha de meias... hihihi! (bolas... temos de ter alguns privilégios, não?)

Zeka said...

Ó Innocent, também não exageres...
Foi só uma vez que fiz o amor com meia calçada... e como disse, foi só por causa das unhas.
Nem tanto pelo tamanho, porque as minhas quando crescem ficam dobradas tipo garras (bonito mesmo...só visto!) mas foi mais por causa do cheiro ke isala dakela matéria orgânica ke se forma entre a unha e a pele (onde despontam os cogumelos, sabes?).

Beijos

a said...

Qto às unhas dos pés... gajo que se preze pode desleixar um bocadinho... (um bocadinho que não inclua odores desagradáveis, tá?) de x em qdo! Mas de qq maneira não é bonito de se ver!

Pim said...

e a bela da meia rota, a deixar fugir o dedão, hã? niguém fala dela? Isso sim, nada sexy, imaginho...
Bjos pa todos ;)

asterisco said...

Esta é, para mim, a sequência mais correcta:
1º sapato
2º meia
3º camisa / t-shirt / enfim, tudo que estiver acima da linha da cintura
4º calças
5º cuecas
Entre cada um dos pontos, cada um é livre de fazer o que quiser. E a seguir ao último, também.
A coisa mais patética:
homem de meias e t-shirt.

innocent bystander said...

perfeita, essa ordem, asterisco, perfeita. a camisa também pode ir primeiro, não me choca.

quaresma said...

Eu tenho o vício de tirar as meias antes dos ténis, as cuecas antes das calças...

asterisco said...

Quaresma:
Já vi fazer isso, mas foi num circo...

innocent bystander said...

ó asterisco, ele é um rapaz cheio de pergaminhos...

quaresma said...

asterisco: é assim a minha vida sexual. Pura magia...

bonifaceo said...

Estou danado para não dizer a palavra começada por f..., não percebo os complexos anti meia branca (vá lá, alguém disse que de ténis ainda vá, só uso ténis :D), mas não percebo, não usam a outra roupa interior branca? Ai ai... não percebo, isto instalou-se, deviam saber, branco=imaculado. Pronto, as próximas que comprar vão ser cinzentas ou azuis, mas continuo a não perceber, é uma cor como outra, tirando o preto, que é feio e triste e obscuro, lololol, etc, etc, lol. Sinto-me um miserável incompreendido...

elisa said...

Homens só de meias é de facto um espectáculo patético de se ver.
I rest my case.

Portuga said...

Eu gosto ver as mulheres só de meias. Há variantes. Podem ser as meias brancas fofinhas encolhidas até aos tornezelos, a meia ligeiramente abaixo do joelho ou a meia de vidro com ou sem ligas. Pelo menos nos filmes porno nenhuma destas opções alguma vez me fez perder a tesão. Na vida real acho que normalmente não há meias. Também confesso que na vida real olho poucas vezes tão para baixo.

Portuga said...

Ah, tinha-me esquecido que muitas vezes elas têm as pernas para cima...

a said...

bonifaceo... eu sei que é estúpido... mas não há nada a fazer! Quem disse que a vida é justa? (para mim mesmo de ténis... a não ser que se vá realmente jogar! Sorry!)

asterisco... estou com a innocent... a camisa ou t-shirt pode saltar fora antes que também não me choca nada! mas a ordem é boa! (as coisas importantes que se discutem aqui... hihihi!)

pim... a meia rota ninfguém fala porque ninguém sobrevive a um episódio desses... logo não há testemunhas... ninguém pode falar com conhecimento de causa... imagino eu!

beijinhos a todos

innocent bystander said...

bonifáceo: meias brancas não têm explicaçao. excepçao, claro, aos ginásios e tal.

elisa: mais simples é impossível. :-)

portuga: está lá em cima uma posta mesmo boa para ti...

enquanto eu não volto: nem me apeteceu responder ao pim porque ele está aqui a brincar com um assunto muito sério: meia rota dá cartão vermelho!

beijos

bonifaceo said...

Continuo sem perceber... ainda não vi uma explicação coerente e com lógica. O branco é uma cor como outra qualquer (pensava eu, pelos vistos nas meias não...). Não vestem outras roupas brancas? Não percebo o que raio têm as meias de diferente. O branco até combina com tudo (acho eu). Não quero impigir nada a ninguém, só quero mesmo uma boa explicação (uma vez que eu é que estou a ser impigido e vou ter que mudar de meias porque pelos vistos tem que ser para se ser bem aceite na sociedade :p).

Portuga said...

Bonifáceo, amigo, talvez eu te possa dar algum apoio. Esta história das meias brancas está revestida de algum extremismo que talvez não seja justificado. O que fica realmente mal é um contraste demasiado acentuado entre a cor das meias e a das calças. Por exemplo, é óbvio que as meias brancas com calças pretas fica horrível, mas ninguém fala de meias amarelo limão com calças azuis e a combinação não é melhor que a primeira. Por outro lado, meias brancas desportivas com ténis não pode ficar mal se tivermos uns calções vestidos. Simplesmente não pode, não interessa o que os fanáticos anti-meia-branca venham dizer. Por isso, Bonifáceo, amigo, usa o bom senso na seleção das meias e ignora o resto.

Dito isto, eu não uso meias brancas.

innocent bystander said...

pois, eu lá em cima exceptuei os ginásios, a roupa desportiva toda ela.

E, portuga, o que choca nem é a meia com a calça, mas sim com o calçado.
Já ouviram falar em pé de gesso, não já?

bonifaceo said...

No meu 1º comentário falei do pé de gesso. Isso do gesso também se aplica a cachecois e luvas? :p
Portuga, gostei bastante da tua justificação. Por acaso isto é estúpido, mas comecei mais a usar porque os gajos do new-metal usavam, e o estilo era idêntico ao meu, e fui continuando a usar porque não sabia desta história.

a said...

Giro giro é que o tema das gajas todas rapadas foi completamente ignorado! (metrosexuais... who cares... eu quero é um gajo a sério!)

innocent bystander said...

olha, mas lá irei, lá irei quando isto estiver mais mortiço. se quiseres começar lá no teu... :-)

a said...

É melhor ficar aqui que isto é mais animado! Fico à espera! beijocas

innocent bystander said...

pronto, lá terá de ser...