Sunday, 20 November 2005

...E Lunatic a ir embora


Vou-me embora já. Não te aturo mais, miúda. És passado, passada. Do resto da minha vida levo cinco canções. Podem não ser as melhores, mas devem as melhores para quem vai embora e sabe que não volta. São as minhas cartas de adeus escritas pelos outros.

Running to stand still (U2)
Long as I can see the light (Creedence Clearwater Revival)
Just like Tom Thumb’s Blues (Bob Dylan)
Everybody’s talking (Harry Nilsson)
Brown sugar (Rolling Stones)

Não é que eu queira saber, és passado. Mas se te fosses embora agora querias ir-te embora a ouvir o quê?

Lunatic on the grass

(foto daqui)

5 comments:

Pim said...

Raios, pá! Toda a gente comenta a innocent e nada para o amiguinho Lunatic?!! Isto realmente... Ehehehe. Boa escolha!!!

innocent bystander said...

é isso, raios, pá! comentem lá, pá!

lunatic on the grass said...

Comento eu mesmo. Se tenho o hábito de falar comigo por que razão não ganhar o hábito de escrever comigo? E o mais giro é que depois de ler os nomes das músicas que eu próprio escrevi já nem sequer sou bem da minha opinião.

bonifaceo said...

Pá... pronto, vou dizer o que ia ontem dizer, nada de jeito mas aqui vai:
Bob Dylan, grande senhor, embora pelo título não esteja a ver que música é... se calhar nem conheço mesmo...

innocent bystander said...

o bob é rapaz para nos aguentar uma viagem bem longa...