Friday, 25 November 2005

Carta aberta à rapaziada

Como disse ali para baixo, até tenho a mente bastante aberta e gosto de apreciar gajas, como aqui e aqui, mas não me posso esquecer de uma coisa: eu também sou gaja. E nós, as gajas, somos o pior que há para as gajas.

Por isso imaginem isto assim: em dez raparigas aceitáveis, eu consigo gostar de sete, oito, vá. As Monicas Beluccis, as Lucys Lius, as Beyonces, as Jennifer Lopez. As que sobram, as que não passam na rede (porque não podem mesmo passar todas), ficam para trás. Como a Angelina Jolie, a Jennifer Anniston, a Winona Ryder ou a Soraia.

A Soraia é boa, pode até ser gira, mas eu não posso, não quero, não consigo gostar dela. Podem-me dizer que é inveja, dor de cotovelo por não ser gira assim e ter o rabo do dobro do tamanho do dela. Aceito isso tudo, tal como vocês devem aceitar que eu não a suporte. E se não gosto, não gosto, o mesmo acontencendo aqui com as minhas colegas raparigas numa sondagem rápida à boca das urnas. Foi a vez dela de ser apanhada nessa rede onde as gajas (mesmo boas, sim) não passam.

Pioram as coisas quando os meus/nossos amigos, colegas, compinchas dizem que gostam dela. Que lhe faziam miminhos e outras coisas que tais. Mais isso concorre para gostar ainda menos dela. Podem voltar a dizer-me que é inveja, que é ciúme, mas por acaso não me faltam elogios destes mesmos compinchas. Não mete miminhos, é certo, mas pronto.

Portanto: compreendam-me: não nego que sejam boazudas, que sejam isto e aquilo, mas há coisas que uma gaja não tolera, desculpem lá.

21 comments:

Zeka said...

Não digas mai nada.
É inbejidade memo...só pode!

Miguel Marujo said...

«mas eu não posso, não quero, não consigo gostar dela»... não é inveja, tens razão, é sinceridade. escusavas era de escrever mentiras: «ter o rabo do dobro do tamanho do dela»...

GandaMaluko said...

Eu tb não gosto mesmo nada da "gaiata"!! Acho que não presta! Tem bicho! Que porcaria!!!

Jinhos

Hugo

innocent bystander said...

pronto, ó zeka, que seja, mas pra isso tinha delas todas e apelidava-as todas de cabras pra cima...

miguel pá, pode não ser o dobro, mas lá que é de certeza maior... não consigo mesmo gostar dela.

ó shor hugo, tá bom? bem-vindo à xafarica! tá giro o baby!

a said...

não faço ideia quem é essa tipa mas lendo aqui a tua postinha cresceu-me já uma certa antipatia... mas de qq maneira... não sei o q te diga em relação à Angelina... essa (excepto em entrevistas pessoais em q ela mosta q é mt irritante, anormal, estúpida, imbecil, porca, vaca, cabra e outros animais) tem um poder sobre mim q não consigo explicar. Vê-la em acção dá-me... tusa (pode-se dizer tusa aqui?) e quem paga é o meu namorado que depois tem de me aturar e satisfazer (coitadinho... ele faz esse sacrifício por mim) o espírito selvagem que se instala dentro de mim. Gosto da gaja... de preferência caladinha!
Soraia Chaves? Onde é que a desencantaram? beijocas

innocent bystander said...

não só se pode e deve dizer «tusa», como também se pode dizer «quem paga é o meu namorado que depois tem de me aturar e satisfazer (...) o espírito selvagem que se instala dentro de mim»...
Olha, já disseste!

a said...

:o)

kisses!

Misunderstood said...

Eu também não sou fã... Podia enumerar várias que até coiso e tal, mas a Soraia, mesmo admitindo que é gira, não engulo. Pode ser embirração pura... Olha e ó Marujo, eu não me importo nada de ter o dobro do rabo dela (se tiver, pq nunca lhe tirei as medidas)... é que na TV e revistas elas parecem ter corpo de gente, mas à beirinha... são palitos com olhos!

E se alguém vem para aqui falar da Madruga... sai chapada! Porque essa Dália Madruga é das miúdas mais sem graça que por aí anda! Para além de que acho que, para muitos gajos, qualquer burra com saias que tenha ar de disponível marcha! (atenção que disse muitos e não todos lolol se bem que... lolol)

Miguel Marujo said...

não marcham todas, não... e à soraia preferimos muitas outras... mas a gaja tem presença (melhor: duas...) a que um gajo não fica absolutamente indiferente.

Miguel Marujo said...

só mais esta: tuga por tuga, prefiro muitas outras... a Marisa-mesmo-com-o-JP-Cruz, por exemplo...

esdruxulando said...

ai, inny, eu acho que isso é embirração... :)

Olha, e a rita pereira? É a soraia dos morangos com açúcar. Passe o nome da personagem, que opinas sobre ela? Vi-a este fds e vou postar sobre ela no meu tasco.

esdruxulando said...

já agora, deixa-me dizer-te que acho extremamente saudável falar sobre gajas com uma gaja. Os utros gajos não saem do chavão "ah e tal, comia-a toda". E falar com gajas sobre gajas desperta o lésbico que há em mim.

innocent bystander said...

NÃAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAO, esdruxinho, não, essa rita pereira é estrábica, tem ar de... sei lá! é impossível!

gosto muito mais da que fazia de irmã, a ana luisa das motas,nem sei o nome dela.

eu também gosto de falar de gajas, pá. beijo

bonifaceo said...

Eu trocava aquela Beyonde e a J.Lo (com quem quase não posso, tem cu grande e ainda por cima usa peles, grande puta) pela linda Angelina (que é pena estar magra) e a Jennifer Aniston. :D

Misunderstood said...

Marujo: Marisa JVP Cruz? Isso soa a demência... A Sra está a ficar com umas entradas... Epá não, pronto.

Esdruxulando: A Rita Pereira... essa miúda parece uma pedra no meu sapato, pq pareço esbarrar com ela a cada passo que dou! Tem qq coisa na cara que não bate bem... Talvez sejam os olhos, mesmo. Ainda não percebi bem, mas não gosto. Já a outra a tal das motas, foi-me apresentada hj como sendo uma tal Claudia Vieira. Não é nada do outro Mundo, mas é bem engraçada.

Bonifáceo: Então chama-se grande puta assim à sra?! O motivo até pode ser justo, mas não o conhecia tão politicamente incorrecto! lol Para além disso, tens uma embirração com rabos grandes. Ó homem, a mulher quer-se com formas e não tipo tábua de passar a ferro!

innocent bystander said...

isso, isso, cláudia vieira

ana said...

eu cá quando as acho bonitas fixo o nome, quando não gosto não fixo. não tenho odiozitos de estimação, é demasiada energia pra coisa nenhuma.
e não gosto, muito sinceramente não gosto, de ouvir mulheres a dizerem mal de mulheres.

Misunderstood said...

Desculpa lá ó ana, mas eu é que não acho piada nenhuma a essa conversa «feminista» do as mulheres não devem dizer mal das outras. Só falta o «bora lá unir-nos» contra os homens...

Ainda aceitava que me dissesses que não gostavas de ouvir falar mal das pessoas, em geral. Embora fosse utópico. Faz parte da vida. Há pessoas que gostamos e outras que não.

Eu sempre tive melhores amigos homens. Pk? Porque eles são mais leais. E, mesmo que existam excepções, acho que as gajas são umas cabras umas para as outras. Se mete gajo no meio... São mesmo do pior que existe. Passam por cima de uma amizade de anos por causa de um gajo... muitas vezes uma queca mal dada. Vale a pena? Espero que sintam que sim. Nestas cenas ainda bem que me «masculinizei».

innocent bystander said...

por acaso tou com a Mis, Ana, eu não me importo nada de dizer mal de gajas, se não gostar. E nem se meteu praqui a furtado, se não ia haver molho...

ana said...

mis, não é conversa feminista. feminista seria dizer que as mulheres são vítimas dos homens, etc etc. é uma questão de energia. gastar energia a dizer mal de mulheres porque elas são bonitas parece-me um desperdício.

eu gosto de dizer mal de pessoas que acho que tem coisas "más", gosto de purgar o meu fel. não é o caso da beleza ou da ausência dela.

em relação ao que tu achas dos amigos homens vs amigas mulheres, até te entendo, até te subscreveria há uns tempos, são tipos de amizade diferente. e depois há que, na minha opinião, não dar azo a preconceitos, sejam eles quais foram.

bonifaceo said...

Misunderstood, eu adoro formas, mas não quando na minha escala ultrapassam os limites :D.
Eu por acaso prefiro a Rita Pereira à Claúdia Vieira, um dos motivos é a forma, a Rita tem mais formas :D e outro é a cara, acho a Claúdia feia, tem aquilo a que eu chamo "dois queixos", que é a racha no meio do queixo, e tem umas bochechas perto dos olhos esquisitas, meias salientes, do osso, ou lá o que é... :D