Saturday, 4 March 2006

Noite estrelada

MoMA, New York, Vincent van Gogh. (1853-1890). The Starry Night. Saint Rémy, June 1889. Oil on canvas, 29 x 36 1/4" (73.7 x 92.1 cm).

Gosto de museus, gosto de quadros. Gosto de estilos, gosto de pinceladas. Os círculos de tinta que vistos de perto parecem não significar nada. Faltou-me o ar quando vi os Girassóis do Van Gogh na National Gallery. E com este há-de ser o mesmo, um dia.

11 comments:

Miguel Marujo said...

ao vivo, ainda é mais espectacular! garanto-te!

innocent bystander said...

acredito, Miguel, acredito...:-)

bonifaceo said...

Então e a visita à Frida Kahlo? Ou ainda não arranjaste a tal companhia?

Rita said...

menina, fiquei de boca aberta em frente a ele. É que nem te passa a maravilha que é... Bilhete para Nova Iorque, já!

bonifaceo said...

Já agora, pura coincidência, mas ao mesmo tempo que via este post ontem e estava a passar não sei o quê na tv (publicidade a um filme, acho) onde se via este quadro...

Misunderstood said...

Achei que n te arrancava da frente dos «Girassóis»! E no aeroporto, lembraste? A cópia que poderia ser o original... lolol

SEAMOON said...

Sem duvida um dos favoritos,,,só se comprennde o tanto "fuzuê"em volta de certos quadros,até a nossa pequinita alma se deparar com um deles ao vivo !
bjs

Pedro said...

A mim impressionam-me especialmente os seus auto-retratos...

Mas para ver Van gogh, visita obrigatória ao Museu Van Gogh en Amesterdão, a maior colecção de orginais do autor.

Lá encontras outra versão dos girassóis, um que também gosto muito, os Lírios (Irisis são lirios, não é?) mas muito em especial permite ver os seus diferentes períodos, a evolução em termos de cores e traço, até à agonia no fim da sua vida que transparece de forma impressionante nos seus quadros.

innocent bystander said...

boni: há-de ser, há-de, mas parece que agora aquilo anda cheio de gente. É deixá-los pousar.

rita: pior é que só me passa, mesmo, não é mis? pois foi, feita tonta a olhar para aquilo, os girassóis. Trouxe uma reprodução em tamanho natural, lá está no meu quarto, depois de ter conseguido passar no aeroporto. :-)

seamoon: é isso, porque isto em duas dimensões é limitativo de mais.

Pedro: o rijksmuseeum (ou lá como se escreve) e esse também estão previstos.

Zeka said...

Agora imagina se ele tivesse acabado o quadro!
Sim, porque segundo o próprio VVG este quadro não passaria de um estudo.

Beijos

@ said...

é dos maiores prazeres que tenho na vida: especar-me perante os originais dos grandes mestres...também adoro museus...a temperatura, a luz e o silêncio.
Van Gogh é genial..de uma simplicidade temática desarmante..