Monday, 19 June 2006

Brigadinha

Graças a uma das minhas vizinhas e ao seu botão do volume, tive, tal como todo o prédio, oportunidade de ouvir quase por completo o álbum do James Blunt. Obrigado. Eu sentia-me um bocado mal por andar a criticar o rapaz só após ter ouvido duas músicas (descontemos a quatidade de vezes que já tive de escutar o ór butiful). Agora posso, com toda a propriedade, afirmar que é uma verdadeira merda. Obrigadinha, ó vizinha.

3 comments:

O Acordeonista said...

Aconteceu-me o mesmo, mas com o "Can I Have It Like That" do Pharrel com a Gwen Stefani. Mas afinal até dava para "gettin' jiggy with it". Quando for assim, bebe até não aguentares mais e vai mandar um valente grego de homenagem à porta da querida vizinha. O problema é se ela agora gosta... que levas com o James todos os dias (salvo seja).

Alcabrozes said...

Acontece a mu(i)to boa gente!
Ouvindo assim a correr (aí uma vez, vá...) até se aguenta, mas óspois se um gajo disseca aquela merda um bocadinho, vê que aquele Jaime para além de corno , gosta que lhe forniquem o juízo. Haja gosto por sofrer. ´Dasse!

i am you

Alex said...

:))