Wednesday, 2 April 2008

Mais uma traição

E pronto. Fugiu-me a Natasha, que me compreendia o cabelo, agora deixo eu a Bárbara, que lhe tocou duas vezes e até bem.

Mas desde que o meu cabeleireiro Eric Stipa se chama Arlete, tenho receio de lá ir. Este nome de cabeleireira, como Tina ou Tila, não me inspira confiança. Aproveito o desconto da minha querida Time Out e lanço-me ao Facto de Santa Apolónia. Bora.

8 comments:

bonifaceo said...

As mulheres e o cabelo...!, entre outras coisas.

Marisa said...

Um bom cabeleireiro é algo dificil de encontrar, e quando se encontra é rezar para que não mudem o salão para longe :P

I. said...

A minha Fátima também se pirou, e a Teresa não corta tão bem. A bem dizer, cortei-o há quinze dias e já parece uma esfregona.

Estou indecisa: Metro Studio ou Soma Space (eu cá sou mais de cortes tradicionais)

innocent bystander said...

boni: somos assim!

marisa: foi o que me aconteceu!

i: O metro tambem me soa bem, e no Soma parece que fazem massagens na mona, mas apeteceu-me (a)variar

bonifaceo said...

Pois, e ainda bem. :D
Pelo menos quando me perguntam a opinião, fico a pensar que sempre tenho alguma utilidade... :D

misskitsch said...

Há lá coisa mais dificil do que encontrar quem nos compreenda o cabelo?! Não há!

Carrie said...

O metro Studio é do melhor. O 'meu' nuno é um artista.

innocent bystander said...

miss: lá que dá jeito, dá!

carrie: com que então nuno, é? :-)