Wednesday, 8 August 2007

Buffet e línguas

Quando viajo sozinha, observo com mais precisão o que se passa à minha volta. Este fim-de-semana, no sul de Espanha infestado de ingleses e salpicado de portugueses, deu-me para observar os comportamentos de pequeno-almoço.
Assim, uma inglesa de meia idade e meio peso, arrancou ao meu lado com uma frutinha: fatias de toranja - também só como toranja em hoteis -, sumo de toranja, melancias e ananás. Pensei, olha, tá-se a cuidar, faz bem. Mas depois dispára em direcção aos ovos mexidos, o feijão e o bacon. Vá, uma salsichinha também. Termina com duas fatias de pão torrado com doce e um donut de chocolate. Pronto.
A hora limite para desayunar era 10.45. Às 10.42 um casal português chega preocupado. Mas logo descansam: Arnaldo, é ali o buffet, Arnaldo.

De resto, há outra coisa que me incomoda. As hospedeiras espanholas a falar inglês. Eu já sei o que elas estão a dizer, pois já mandaram por a cadeira direita e enfiar as malas no compartimento de cima, mas mesmo assim não consigo perceber o que dizem. É, para mim, uma língua verdadeiramente à parte e tenho pena das pessoas que não sabem espanhol. Penso em quem as pôs lá, se não deviam ter uns cursinhos de aperfeiçoamento. Afinal não estão ali só para pedir 8 euros por uma sande.

3 comments:

Alf said...

Mas olha que também há hospedeiras e comandantes portugueses cujo inglês é extraordinário...

Tuxa said...

Gosto principalmente dos voos das low-cost que partem de Portugal e que tem as instrucoes e informacoes de seguranca em Castelhano... custara assim tanto dinheiro fazer uma gravacaozita em Portugues?!?!?

Pedro said...

Eh, eh! Mas é muito giro ouvir os nossos amigos espanhóis "espiking English wid de beri carateristique aquecente".

Mas às azafatas já não lhes ponho a vista em cima há muito, felizmente. Isto porque enquanto puder hei-de continuar a evitar a Iberia, tal como o seu péssimo serviço e os seus crónicos atrasos.